Como começar a investir

Spread the love

 

 

Como começar a investir?

 

Escolhendo como investir

Como começar a investir
3 (60%) 2 votes

 

Muita gente pensa que investimento é uma palavra do universo de milionários. E uma boa parcela da sociedade desligam a TV ou mudam de canal quando começam a mostrar os índices da Bolsa e a cotação do dólar. Mas isto acontece devido a  um grande preconceito em nossa sociedade: investimento é somente para quem tem dinheiro. Investimento vai além da bolsa e do dólar.

Se você realmente acredita nisto, vamos mudar um pouco sua forma de pensar: investimento é para quem quer fazer  dinheiro  gerar dinheiro!

 

como começar a investir

 

Para investir é preciso ter força de vontade e disciplina. E o valor inicial depende exatamente de qual tipo de investimento resolveu fazer: tesouro, ações, FII’s, criptomoedas… Alguns investimentos não precisam de grandes valores monetários. Outros irão precisar de um recurso maior para começar. Mas é preciso querer sair do comodismo. Afinal para mudar precisamos sair da nossa zona de conforto!

Mas onde investir?

O gerente do banco liga oferecendo Previdência Privada (ele literalmente come seu cérebro mostrando o quanto pode ganhar), PIC, capitalização, entre outros. Mas será que ele te mostra quanto isto irá te custar? Será que ele sabe exatamente como funciona o mundo dos investimentos? E quanto você irá ganhar? Calculem de verdade quanto vocês irão ganhar!

E não temos corretoras de investimento entrando em contato conosco, e logo que começamos a pesquisar o assunto, parece que só existem corretoras para quem está disposto a gastar um valor significativo, que nem todos nós temos em caixa. Este é um mito que iremos desmitificar no próximo artigo, até porque existem corretoras voltadas para cada público alvo, isto é, também há corretoras para os pequenos investidores.

E qual a diferença entre bancos e corretoras?

Esqueça todos os conceitos pré-concebidos na vida, e se atentem inicialmente a diferença entre as instituições:

Banco: conforme conceito disposto na Que Conceito – é uma instituição financeira que, por um lado, administra o dinheiro que seus clientes deixam em custódia, e por outro, utiliza este para emprestar a outros indivíduos ou empresas aplicando-lhes juros, o que consiste em uma das mais variadas formas de fazer negócio e aplicar dinheiro em seus cofres. 

Corretoras: de acordo com a Infomoney – são instituições intermediadoras de valores; administradoras de carteiras de valores (ações, debêntures, fundos de índice…); administram também fundos e clubes de investimentos; atuam no mercado aberto de títulos federais de renda fixa. E ajudam os investidores na hora de escolher a melhor alternativa de investimento.

Nós temos que saber a diferença entre bancos e corretoras de investimento para começar a mudar a nossa concepção. O poder de escolha é seu, mas se você quer ganhar dinheiro é preciso colocar a mão na massa e estudar antes de mais nada. Deixe a preguiça de lado, e veja como você pode começar a fazer a diferença na sua vida financeira.

Banco x Corretora

Banco: gerente te liga oferecendo produtos do próprio banco.

Corretora: trabalha com produtos financeiros de diversas instituições.

Neste caso, a corretora tem a vantagem de ter na sua prateleira de ofertas várias opções, deixando o investidor com um número maior de possibilidades de investimento.

Corretora 1 x 0 Banco

Banco: a especialidade do banco são diversas, e seu foco são as contas correntes e os produtos do próprio banco.

Corretoras: são especializadas em investimentos.

Se você precisa contratar um funcionário da área financeira para sua empresa você irá escolher alguém com conhecimento em finanças ou  marketing?

Corretora 2 x 0 Banco

Banco: os gerentes são remunerados para vender o produto ofertado mas não para trabalhar a rentabilidade de sua carteira.

Corretoras: ganham para te vender o produto e quanto melhor a sua performance, mais ele ganhará. Se você ganha, ele também ganha.

Agora ficou muito fácil! Se em um lugar ganham apenas para te vender o produto e no outro ganham para você ganhar também, onde você prefere deixar seu dinheiro?

Corretora 3 x 0 Banco

Banco: é um costume confiar que grandes bancos não irão quebrar.

Corretora: é intermediadora de várias instituições financeiras. Se ela faz intermediações, a responsabilidade do seu dinheiro não é delas e sim das instituições que oferecem o produto.

Se estou segura em um grande banco, pensem em várias instituições bancárias? E sabiam que tem o Fundo Garantidor de Crédito? Até R$ 250 mil por CPF e por instituição seu dinheiro está protegido. Leiam o limite direitinho, viu?

Corretora 4 x 0 Banco

Banco: ao investir no banco, você tem acesso somente a carteira de investimentos deles, logo não há grandes opções com maior rentabilidade. Eles não vão buscar alternativas com taxas de administração menores e/ou com maior retorno. Lembrem-se o foco do banco não é investimento.

Corretoras: quando você acessa o painel de opções de investimentos das corretoras, você visualiza inúmeras ofertas de investimentos, com percentual de rentabilidade, taxas administrativas, compara produtos, e acompanha seu histórico de rentabilidade e qual o a perspectiva de ganho naquele investimento.

Se eu posso ganhar mais tendo acesso a inúmeros produtos e ainda vejo qual é a possibilidade de ganho sem me estressar falando com o gerente? E na dúvida que surgir ainda posso falar com pessoas especializadas que irão te ajudar. Já tentou falar sobre investimentos com seu gerente do banco? Alguns falam somente o texto decorado de venda, mas quando você quer aprofundar no assunto, vira um nó na sua cabeça.

Corretora 5 x 0 Banco

Banco: O Internet Banking veio para facilitar a vida das pessoas. Você pode fazer tudo online

Corretora: você pode fazer tudo online também. Você transfere o dinheiro do banco para a corretora e começa a fazer seus investimentos.

Neste caso, eu considero o banco a melhor opção. Devido ao custo da TED, fazendo os investimentos diretamente com seu banco, você não terá custo de fato, mas se fizer numa corretora, poderá ter o custo da transferência, e se não fizer uma boa estratégia de transferências para a corretora, poderá perder ao invés de ganhar.

Corretora 5 x 1 Banco

Banco: devido as poucas opções ofertadas não tem um número adequado de produtos para que possa diversificar sua carteira.

Corretora: trabalha com várias instituições, logo tem grandes possibilidades de diversificar a sua carteira.

Uma das formas de ter uma carteira de investimento saudável é diversificar os investimentos para que quando um produto apresentar prejuízo você não seja atingido, tendo em vista que não irá acontecer com todos os produtos no qual  investiu.

Corretora 6 x 1 Banco

No meu ponto de vista a corretora oferece inúmeras vantagens, e no quesito em que ela perde é fácil mudarmos a chave e fazer com que a Corretora tenha este benefício também. Como você pode fazer isto:

  • Veja com o seu banco a possibilidade de ter direito a um número de transações sem pagar pela TED.
  • Se não for possível, elenque um dia por mês para fazer a transferência total estipulada por você, e pague somente uma taxa de transferência.

Outro ponto que falei é que todo mundo se quiser pode ser um investidor, para ter dinheiro você precisa começar a economizar:

Se você ganha R$ 1000,00 – transfira R$ 200,00/mês para a corretora (20%) e enquanto faz isto, estude todos os investimentos voltados para o seu perfil.

Na próxima semana falarei sobre quais são as 5 corretoras voltadas para o pequeno Investidor, vai perder?

Não deixe de me acompanhar e ficar por dentro das novidades de investimento para o pequeno investidor.

Artigo publicado:

Porque qual motivo devo investir?

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *