Como organizar as finanças – Parte I

Como organizar as finanças – Parte I
5 (100%) 1 vote

ORGANIZANDO AS FINANÇAS

 PRIMEIRO SALÁRIO

 

Olá! Hoje vamos falar de algo que nos interessa muito!

Dinheiro!

 

E nas próximas semanas vou falar sobre momentos diferentes da nossa vida no nosso relacionamento com o dinheiro, da seguinte forma:

 

– Parte I – Primeiro Salário

– Parte II – Planejando minhas férias!

– Parte III – Estou endividado, e agora?

– Parte IV – Como prever os imprevistos?

– Parte V – Perdi minha fonte de renda, o que faço?

 

E esta semana o assunto em destaque é o primeiro salário!

Você batalhou tanto por uma vaga no mercado! Enviou curriculuns, participou de processos seletivos, foi convidado a inúmeras entrevistas, e depois conseguiu seu primeiro emprego.

Parabéns! Enfim seu perfil se destacou para outra pessoa! E depois de 30 dias trabalhando, aprendendo, você vai assinar seu primeiro holerite, terá pela primeira vez um recurso adquirido com seu próprio suor.

Cuidado!

Não caia na armadilha do consumismo para gastar tudo de uma vez só! Seu salário tem que durar 30 dias!

Fuja de algumas situações que poderão acontecer:

  • Evite aceitar cartão de crédito – os bancos oferecem inúmeras vantagens, de você poder gastar antes de receber. Seu primeiro emprego pode começar com o gasto consciente.
  • Corra do famigerado cheque especial – da mesma forma que o cartão de crédito, esta é uma forma sutil de fazer você gastar sem perceber além do que você ganha. Se não tomar cuidado, seu salário logo será apenas para pagar o banco, com altas taxas.

Segue algumas dicas que poderão ser úteis para você:

  • Abra conta salário – não há cobranças de taxas, se cobrarem vá atrás dos seus direitos!
  • Não compre produtos oferecidos pelos bancos – eles cobram mais caro para fazer agenciamento, e precisam bater metas.
  • Tenha o costume de acompanhar sua conta – controle tudo que entra e saí da sua conta, evite não ter controle do seu dinheiro.
  • Não faça empréstimos – para que fazer empréstimos, se com um pouco de disciplina você pode comprar o que você quiser?

DICAS DE COMO GERIR SEU SALÁRIO

A sensação de receber seu primeiro salário é ótima, não é?

Mas vamos ter cuidado ao gastar. Não vá pegar seu salário todo e gastar comprando roupas, e indo em barzinhos todos os dias, não é mesmo?

Pense um pouco no futuro, separe parte do seu dinheiro para investir no seu futuro.

Você ganha pouco, e acha que investir é para quem ganha milhões? Pensamento incorreto!

Já ouviu falar que de grão em grão a galinha enche o papo? Então vamos juntar. Não deixe de fazer o que gosta, mas reserve parte da sua renda. Não há dificuldades, até porque você não tinha renda própria antes disto…

Siga as dicas abaixo, pode fazer diferença lá no futuro!

  • Abra uma conta de investimento com uma corretora (eu uso a XP, mas pesquise todas e escolha a que mais se adequa a sua realidade);
  • Quando receber, transfira 20% do seu salário para esta conta.
  • Como é seu primeiro salário, e você não tem capital para investir na Bolsa, ou em Fundos Multimercados, FII’s… Invista no tesouro direto (existem vários tipos de investimento no tesouro), e que não precisa de altos valores para começar a investir. Neste caso sou contra a poupança, tendo em vista a baixa rentabilidade, e o fato de que a conta poupança fica vinculada a conta corrente, o que acabamos usando em algum momento devido a falta de disciplina. E devido a alta liquidez, usamos em imprevistos que na realidade não são imprevistos, são apenas desejos.
  • Faça disto uma rotina mensal.
  • Você quer crescer dentro do seu emprego, ou conseguir algo melhor no futuro? Pague um curso. Invista em algum curso dentro daquilo que você quer para o futuro. Faça Inglês, Excel, ou qualquer outro curso dentro da sua área. Para isto, use no máximo 30% do seu salário!
  • Quer comprar algo? Seu salário não dá? Guarde parte do seu salário numa poupança (vou na maré contra todos que falam sobre o quanto é ruim guardar recurso em poupança, mas tem alta liquidez para investimentos de curtíssimo prazo). Compre à vista! Nem que leve 10 meses para juntar o dinheiro. E barganhe! Guarde 10% do seu salário para comprar este item que no momento não foi possível! Gente! Eu fiz meu casamento todo deste jeito! Foi ótimo, pois casei sem ficar devendo para ninguém, e levei 18 meses para juntar todo o recurso! Dever cumprido, casei sem dívidas!
  • Depois você gasta com barzinhos, cinemas, roupas, enfim com lazer. Não d

 

Estas dicas são para todos que querem construir uma carreira sólida, não se tornarem adultos reféns de um emprego para pagar contas feitas em um momento de irreflexão. Pode parecer uma chatice, mas é o seu futuro. Ao investir, você terá inúmeros benefícios com o decorrer do tempo, tais como:

1º) Comprar sua própria casa sem depender de financiamento;

2º) Comprar seu carro sem pagar altas taxas de juros com financiamento;

3º)  Ter dinheiro para investir na Bolsa de Valores ou Criptomoedas (Não façam investimentos de alto risco, caso não seja o seu perfil). E com isto, você poderá ter uma renda extra  advinda de Dividendos.

Ao investir em conhecimento você poderá crescer de forma contínua na sua carreira, e nas suas finanças. Eu leio bastante a Infomoney para entender melhor sobre o mercado que tenho maior interesse. Mas existem inúmeros blogs especializados em investimento, não foque em apenas um, leia opiniões diferentes para ter o seu próprio ponto de vista.

Leiam outros artigos de minha autoria:

Consultoria Financeira

Como planejar e alcançar metas

Comece seu planejamento financeiro

Como planejar suas metas (com exemplo prático)

Como fazer análise Swot pessoal

Dicas para mudar sua mentalidade financeira

Como organizar o tempo para equilibrar vida pessoal e profissional.

Nunca dependa de uma única fonte de renda. Faça investimentos para criar uma segunda fonte. (Warren Buffet)

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

5 pensamentos em “Como organizar as finanças – Parte I”

    1. Bom dia! Se mudarmos as nossas crianças e nossos jovens já teremos uma sociedade diferente no futuro.
      Atualmente 67% da sociedade brasileira é considerada endividada, se as pessoas saírem desta situação e tiverem consciência para
      não entrar nesta bola de neve novamente e educarem os seus, teremos um país mais próspero.
      Depende de nós o futuro da nova geração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *