Como planejar e alcançar metas e objetivos

Spread the love

     

 Como atingir metas

Como planejar e alcançar metas e objetivos
5 (100%) 3 votes

 

 

Como planejar e alcançar metas e objetivos

 

Agora realmente começamos o ano de 2018. E com certeza nós fizemos nossa lista de metas, com nossos objetivos para o ano que chegou.

E temos a realidade para viver, e ela começou literalmente hoje. Alguns voltaram a trabalhar, a pensar nas contas para pagar, e no que todo Janeiro traz: matrícula, material escolar, livros, e quem não planejou, bem terá uma dor de cabeça para se organizar. Mas vamos mudar isto, no decorrer do ano! Todos somos capazes de melhorar nossas finanças pessoais!

Que tal adquirir uma planilha financeira para começar com um bom planejamento em 2018? Clique aqui e saiba mais!

Nossa vida pessoal é igual aos ambientes corporativos, sabemos tudo que temos a pagar no decorrer do ano, independente de ser no velho ou ano novo. Sabemos também quando temos aumento de salário, quando iremos receber nossas férias, nosso 13º. E quem trabalha por conta própria pode mensurar receitas e despesas. Quando eu trabalhava houve uma prática que ajudou bastante a empresa: todo final de ano temos muito para gastar com 13º, férias. Então no decorrer do ano, eu guardava parte do recurso para cobrir despesas extras que iriam ocorrer. Esta prática evitou que a empresa pegasse empréstimo no final do ano para pagar contas que devem sempre ser previstas.

E houve duas práticas que me ajudaram bastante a organizar a empresa: planilhas (sou viciada nelas, confesso), e uma agenda para organizar tudo no meu dia-a-dia. Ainda não tem sua agenda, que tal adquirir uma para o ano que se inicia, clicando aqui.

Agora vamos aplicar na nossa vida pessoal: sabemos as contas que teremos no inicio do ano, apenas protelamos ao máximo esta informação. Quem tem filhos, sabe que haverá livros, material escolar e matrícula. Em alguns casos, uniformes, agendas. Então  se você já gastou todo seu 13º com festas e presentes, ou com liquidação de dívidas. E seu salário está comprometido para pagar as despesas mensais. Você está numa situação que eu chamo de beco sem saída. Muitos vão parcelar no cartão de crédito, mas lembrem-se não atrase o cartão de crédito, os juros são extremamente salgados. Outros vão entrar no cheque especial (isto sim é uma bola de neve sem saída, evitem). E uns poucos irão ter economia do ano para cobrir despesas extras. Parabéns! Significa que você organizou sua vida financeira e está de bem com suas finanças pessoais.

Para quem não se organizou e terá a despesa extra minha dica é que pesquisem muito antes de comprar. E esta dica já está bem batida! Mas é sério, pesquisem mesmo, pode ser diferença mínima, mas no nosso bolso, aquela pequena diferença… Pode ajudar em outras despesas, ou passeios. E a pesquisa na maioria das vezes pede que você tire um tempo avalie o produto e a marca desejada (qualidade vale ouro). Faça uma lista no Excel e envie para várias papelarias. Compre online, economize. Liste papelarias da sua cidade, e que fazem entrega. Já reduz o frete e o combustível.

E nunca é tarde dizer: antes de comprar qualquer coisa, principalmente se for comprar pela internet, pesquise a reputação da empresa. Eu sempre pesquiso no Reclame Aqui (www.reclameaqui..com.br) – ajuda bastante. Problemas todas as empresas têm, mas índice de solução dos problemas, poucas têm. E comprar para ter o problema insolúvel, não é bom para ninguém. E atrapalha nosso dia a dia tentando resolver.

E já comece a economizar para o próximo Janeiro. Coloque no papel quanto você gastou com material escolar agora, adicione 10% ao valor total a título de inflação. Agora divida este valor por 12 e guarde todo mês numa conta separada da sua de uso diário. Só use esta conta para depositar o valor. Eu não uso poupança para nada, mas veja aplicações de curto prazo que podem te ajudar. Eu amo ler sobre investimentos e aplicações no Clube dos Poupadores. Até agora estamos apenas colocando ordem nas contas, e ainda não chegamos ao ponto de investir. Mas chegaremos lá, certo?!!

Com tudo que o mês de Janeiro oferece para nós, acabamos que deixamos nossa lista de metas de lado. Não façam isto, pois em Fevereiro haverá desculpa do Carnaval, em Março irá esquecer, e só pensará nela de novo em Dezembro com aquela carinha: não deu certo, ficará para 2019.

Tome a rédea dos seus sonhos. Não deixe de cumprir suas obrigações. Mas não viva para pagar contas. Se planeje, organize, faça acontecer.

Minhas metas para 2018 são as seguintes:

  • Perder 5 kg até abril (sou  mulher, e bem decidida);
  • Mudar para a mesma cidade que meu marido trabalha até Julho;
  • Perder 10 cm de gordura abdominal até Dezembro;
  • Arrumar um emprego fixo no qual eu possa equilibrar vida pessoal e profissional;
  • Ir para Bonito;
  • Fazer meu jardim de inverno.

E como vou fazer para atingir cada uma das minhas metas:

  1. Para perder peso, eu preciso voltar a dieta (a Low Carb é a queridinha do momento) que abandonei nas festas de final de ano, já me pesei e tirei minhas medidas. Eu faço academia 4 dias na semana, e continuar indo ao nutrólogo (adoro o meu, se tiver alguém de Goiânia lendo o blog, super indico o Dr. Rômulo da Amice) . Hoje estou com 60 kg, e no próximo mês conto para vocês como está indo o projeto de perder o peso até o meu aniversário. Se você quer entrar na dieta Low Carb, clique no link para saber mais.
  2. Quanto a mudar para a cidade do meu marido, eu preciso morar com ele, lógico, já temos 3 anos de casados e sempre moramos em cidades diferentes, sendo que antes eu dedicava 150% do meu tempo ao trabalho, e agora dedico este tempo para mim. Logo, marquei Julho para eu mudar minha mente com minhas ideias sobre o interior, e assim começar a ver de outra forma. Se eu não for, não saberei se irei gostar ou não. Será um passo diferente para quem sempre morou na mesma cidade.
  3. Agora a terceira meta não é fácil, e precisa de muita disciplina. Porque academia e dieta ajudam muito. Mas você tem que cortar qualquer tipo de açúcar, eu cortarei tudo que vira açúcar no sangue, isto é, carboidratos. Mas pensem: nem sempre estou sozinha, e preciso cozinhar para outras pessoas também. Então preciso fazer, mas não posso comer. Então meu foco principal com esta meta é a disciplina. Para chegarmos onde queremos, precisamos sempre ter disciplina. Anotem isto!
  4. O quarto objetivo é arrumar um emprego. Bom quando eu chutei o pau da barraca, eu tirei um tempo para descansar e buscar fazer o que gosto. Mas para tudo dá certo, preciso de um emprego que possa pagar minhas contas, sou humana como todo mundo. E para isto, vou começar a distribuir curriculum, e também fazer este blog dá certo, e eu conseguirei focar no home office. Mas vamos com calma, este ano irei escrever muito, mas espero obter resultado somente em 2019. Pé no chão faz parte de sonhar e não se decepcionar quando algo sai diferente do que planejou.
  5. O próximo plano foi definido antes de todos os outros. Escolher um feriado, pegar o carro e passar o feriado num chalé em Bonito com meu marido. É um local que renova nossas energias, que vale a beleza magnifica do local, mas que ainda precisamos definir melhor os detalhes. Mas iremos este ano, sem falta.
  6. O meu jardim de inverno será feito este ano. E este é o único objetivo que tenho que eu faço questão de usar recurso próprio para obter. A ideia está toda pronta na minha cabeça, já sei qual empresa chamarei para fazer o projeto. Mas para este sair do papel, preciso ter alcançado o quarto objetivo.

E você já se organizou para alcançar suas metas? Vamos começar para chegarmos no final do ano com a sensação de sonhos realizados. Conforme eu consiga alcançar cada um dos meus sonhos vou compartilhando para que vejam que tudo é questão de foco, disciplina, planejamento.

Precisando de consultoria financeira, clique aqui e saiba mais!

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *