O que faz o preço se mover?

Spread the love

 

 

 

Movimentação do preço do mercado

O que faz o preço se mover?

O que faz o preço se mover?
5 (100%) 1 vote

O mercado como conhecemos hoje é uma espécie de feira livre de rua onde cada barraca que a compõe é um ativo. A única diferença pratica é que na feira livre temos apenas um vendedor por barraca. Enquanto no mercado é como se todos os presentes na barraca são tanto compradores como vendedores.

Trocamos os legumes, frutas e verduras por moedas na feira. E ações e outros contratos negociados na B3 Brasil (Bovespa).

Podemos apontar a primeira diferença entre este exemplo simplista que compara o mercado com uma feira. Na feira o preço dos produtos é determinado através de oferta e demanda. Se a colheita de uma forma geral vem abaixo da expectativa, o preço naturalmente tende a subir.

E no mercado de ativos financeiros, a lógica é a mesma?

Claramente que em qualquer mercado essa relação é valida. Acontece que como os participantes do mercado podem estar tanto na ponta compradora, quanto na vendedora, ou zerados, o preço não tem a ver com a quantidade demandada de ações no mercado mas sim com O QUE OS PARTICIPANTES DO MERCADO TEM DE EXPECTATIVA SOBRE AQUELE ATIVO.

Afinal, toda compra realizada necessariamente tem uma contraparte. Então pra todo comprador há um vendedor. Ou seja,  a quantidade demandada e ofertada será igual em ativos com bastante liquidez.

Então o que faz o preço se mover?

Voltemos algumas semanas atrás no conceito de “consenso de valor”, onde o preço de qualquer ativo é determinado pela opinião ponderada de TODOS os participantes daquele mercado. Onde os que têm uma expectativa alta, estarão comprando de acordo com o tamanho da sua expectativa. Os vendidos a mesma coisa. E os que não estão posicionados, também refletem sua opinião de que o mercado está indeciso, ou precificado.

 

movimentação do preço do mercado

O preço se move grande parte do tempo no mercado. Porque ele é determinado pela opinião de todos os investidores que o expressa em “comprados”, “vendidos” e “zerados” e muda quase que a todo momento.

PORQUE o mercado aumenta a velocidade quando rompe uma antiga zona de suporte/resistência?

Supondo que neste mercado existam apenas 20 pessoas e até aquela zona de resistência existem 10 compradores e 10 vendedores. Alguns dos compradores estão com uma expectativa bem alta e embora o preço vá ficando cada vez mais alto, eles continuam comprando. O fato de romper a antiga zona de negociação, faz o mercado INTEIRO (não apenas os comprados) mudar de opinião.

Dessa forma, a opinião tanto dos comprados, quanto dos vendidos e zerados muda. Grande parte do mercado começa achar que a partir daquele momento o mercado está em alta. E este fato coloca mais pessoas de um lado só da balança que do outro.

E qual o resultado deste movimento?

Poucos vendedores para muitos compradores. O preço se movimenta com mais velocidade do que estávamos vendo DENTRO da zona de negociação. Isso acontece porque na zona o consenso de valor do ativo é muito parecido (e por isso fico dentro da banda) e a “força” tanto dos comprados quanto dos vendidos também é muito parecida.

O trader passa o pregão analisando diversas variáveis e indicadores do mercado tentando chegar a resposta da pergunta de 1 milhão de dólares: Qual é o consenso deste ativo?

Se eu identificar perfeitamente qual é o consenso então minha assertividade será de 100%?

Ah se fosse simples assim…

Como já explicitado, a opinião média dos participantes está em constante mudança e hora ou outra você identifica o consenso daquele momento. Toma uma decisão e alguns segundos após acontece o inesperado: a opinião deles muda e começam a vir na ponta oposta.

Acham que isso é improvável de acontecer ?

Então mais importante que tentar estar certo a todo momento, é quando estiver certo conseguir lucrar com isso e quando tudo der errado: pagar pouco pra descobrir que está errado.

Texto escrito por:

Vitor Mendes (Universidade do Trader)

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *