Preenchendo o questionário do Perfil do Investidor

Spread the love

 

 

Preenchendo o questionário do Perfil do investidor

 

Preenchendo o questionário do Perfil do Investidor
3.5 (70%) 2 votes

 

Já falamos de vários assuntos relacionados ao mundo do investimentos. E agora vamos falar  sobre o Perfil do investidor – uma ferramenta importante para você e para o banco e corretora. Para você pois será o seu guia de iniciação nos investimentos.

Inicialmente falamos sobre os motivos que você tem para investir. Em seguida, explicamos como você deve investir. E posteriormente listamos 5 corretoras para o pequeno investidor.

Para você que irá começar a me acompanhar agora, sugiro a leitura dos artigos informados acima, pois toda semana complemento com algo da área de investimento.

Enfim, vamos deixar de bate papo e começar de vez nosso assunto de hoje.

Quando você for abrir a conta na corretora ou banco, irá preencher um questionário para definir qual o seu estilo de investimento (API). Este questionário irá te mostrar quais os caminhos adequados ao seu perfil. Independente de onde você resolve investir, o questionário é obrigatório para todos.

Todas as corretoras tem o questionário para você identificar seu perfil, e adequar da melhor forma seus investimentos aos seus objetivos e ao seu momento. São 20 questões que eu aconselho responder com calma. Afinal, o questionário serve para orientar o que você fará com o dinheiro. Quer saber qual o seu Perfil de investidor, faça o teste clicando aqui.

Parece uma questão simples: todos nós queremos multiplicar, fazer com que possamos ter nosso primeiro milhão. Mas será que para você vale tudo? Ou você quer multiplicar sem ter risco nenhum? Em suma, quanto maior for sua chance de ganhar muito, maior é sua chance de perder também.

Perfil do investidor

Uma questão importante que consta no questionário é sobre os seus investimentos atuais, quanto você tem investido. E também querem saber dentro de quanto tempo você irá precisar do investimento. Isto é importante avaliar, pois quanto maior o tempo de um recurso investido, maior a chance deste recurso multiplicar. Mas longo prazo não quer dizer apenas deixar o dinheiro lá, é preciso reavaliar sua estratégia e o mercado de forma condizente.

Não espere que se você investir hoje, terá retorno amanhã. É preciso tempo para amadurecer. E neste caso, quem precisa amadurecer é você.

Afinal, quando você faz uma faculdade, o retorno vem assim que passa no vestibular? Enfim, você precisa terminar o curso e adquirir experiência com o mercado. Da mesma forma deve ser com o investimento.

Você deve saber por qual motivo esta investindo, para se orientar conforme seus objetivos. Tem gente que investe para trocar de carro ou qualquer outro bem de consumo; outros investem para se aposentarem com dignidade; outros para aumentar o patrimônio de forma substancial.

Aqui entrou o que você quer, qual o seu objetivo. Você pode ter um investimento conforme cada objetivo traçado. Comece devagar, timidamente, e vai se soltando aos poucos.

Avalie também sua expectativa de perda. Antes de mais nada, avalie bem quanto está disposto a perder no curto prazo. Até porque uma perda inicial não quer dizer prejuízo no longo prazo. Contudo, avalie o percentual que não te coloque em risco com as necessidades básicas do ser humano (alimentação, vestuário, moradia).

O questionário irá avaliar o quanto tempo você tem de reserva financeira para alguma situação emergencial. Caso não tenha, aconselho a ler os artigos da série “Como organizar as finanças”.  Ou clique aqui e compre o E-book para mudar sua vida financeira em 30 dias.Pode ser que encontre uma luz no fim do túnel.

Perfil do investidor

Existem outras perguntas que irão mapear exatamente qual é o seu perfil, e eu trouxe apenas uma luz para que possa começar a entender melhor este universo.

A resposta do questionário será sobre o seu perfil: será que ele é conservador, moderado ou arrojado?

E eu gosto de avaliar da seguinte forma cada perfil:

Conservador: prefere ganhar pouco, porém não correr risco de perder o seu capital investido.

Moderado: conhece o famoso em cima do muro. Quer arriscar mais, porém tem medo de perder o capital, e aceita um pouco de risco, mas nada que afete sua situação atual.

Arrojado: é aquele que quer ganhar mais, e arrisca o seu capital. Ele corre o risco de perder tudo, ou ganhar mais no longo prazo. Tem controle emocional, e sabe que investimento não é roleta russa, para ganhar precisa estudar, e ter disciplina e estratégia.

Nas próximas semanas falaremos sobre os investimentos adequados a cada perfil. Faça o teste e nos acompanhe.

O primeiro a ser explanado será o Perfil Conservador.

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *