É possível viver do mercado financeiro?

Spread the love

 

Viver do mercado financeiro

 

É possível viver do mercado financeiro?
Dê sua nota sobre este post

 

No último ano com tantas notícias que abalam o mercado financeiro, muitas pessoas começaram a pesquisar sobre o mercado financeiro. Foi uma média de 4 milhões de pessoas pesquisando sobre o mercado financeiro. Mas também pudera: politica, escândalos, manipulação, criptomoedas… Todo este conjunto de informação fez com que surgisse na cabeça de algumas pessoas a curiosidade sobre o mercado financeiro. E a bolsa estava atingindo níveis inéditos! O desemprego alto, a inflação “controlada”, e o brasileiro sem dinheiro vislumbrando um mundo novo.

Antes de irmos a nossa resposta sobre se é possível viver do mercado financeiro, vamos nos atentar a outra questão que deve ser respondida o quanto antes: O que é mercado financeiro?

viver do mercado financeiro

Eu sei o que é, mas nunca tinha parado para pensar em como explicar para alguém o que é, e achei uma definição da Wikipédia perfeita para todos os leigos e conhecedores do assunto: “é o local onde o que é negociado é o próprio dinheiro”. Explicação simples e prática para pessoas da área ou não!

E a nossa outra pergunta é o tema principal do nosso post de hoje: É possível viver do mercado financeiro? O assunto está muito em voga no momento, todos nós abrimos nossa mente para buscar conhecimento sobre como investir no mercado financeiro, como viver de trader, sobre a carreira de trader, como ser um trader profissional.

viver do mercado financeiro

Eu li no Forex-Social o seguinte e achei bem pertinente: ” Tirar sua subsistência do mercado financeiro é possível e muitos o fazem, mas pessoalmente não conheci nenhum trader sequer que tivesse apenas sequências de vitórias e lucros. Todos possuem altos e baixos. O mais importante, portanto, é como a pessoa gerencia o risco. É isso. O quão bem você é capaz de gerencias as perdas ou quão bem você é capaz de proteger (hedge) seus capital é que vai te dar consistência, que é algo que você deve buscar.

Existem inúmeros sites que falam rsobre a possibilidade de viver do mercado, que é uma pesquisa valiosa para o vocês: Infomoney, Senhor Mercado, Investidor de sucesso, entre outros que podem ser do seu interesse.

A parte teórica os sites citados acima trazem uma fonte que valem muito a leitura, e agrega muito para você que quer viver do mercado financeiro. Mas o que eu e a Universidade do Trader trouxemos foi uma entrevista com uma pessoa que teve foco, e que era assalariado como a maior parte da nossa sociedade.

Abaixo segue a entrevista feita com Rodrigo Medeiros Pagliari, de 26 anos:

1) O que fazia antes de ser trader?

Rodrigo: Eu era efetivado em um banco.

2) Qual era sua renda familiar?

Rodrigo: Uns 5-6 mil reais

3) Por qual motivo começou a carreira como trader?

Rodrigo: Eu sempre quis fazer algo diferente de todos, e fazer isso foi um desafio pra mim

4) Como iniciou suas buscas?

Rodrigo: Comecei tudo sozinho, abri uma conta de investimentos e fiz as primeiras operações sem nem entender oque estava fazendo.

5) Qual foi seu investimento inicial?

Rodrigo: 3 mil reais

6) Você tentou manter 02 profissões?

Rodrigo: Não, quando eu quis ser trader decidi largar meu outro emprego e focar 100% no mercado.

7) O que te levou a abandonar a carreira CLT?

Rodrigo: No fundo, eu nunca quis ter um emprego formal. O emprego CLT foi apenas um meio para eu atingir meu objetivo de operar no mercado.

8) Quais são os altos e baixos da carreira de trader?

Rodrigo: Acredito que isso depende de onde se quer chegar, não digo de objetivo financeiro mas sim de objetivo na vida.  O meu objetivo como trader é conseguir ter uma rotina flexível, com qualidade de vida e sendo cada dia melhor no trabalho. Portanto, sempre que tomo atitudes que me deixam mais perto de tudo isso, são os melhores dias da minha carreira. E quando não faço isso, dou um passo pra trás no meu objetivo final e esses são dias à serem esquecidos.

9) Você voltaria a trabalhar com o regime CLT?

Rodrigo: Hoje eu acredito que não. A qualidade de vida que eu almejo ter no mercado, pouquíssimas profissões convencionais é possível conquistar.

Quer saber mais sobre a trajetória do Rodrigo? Num mercado de altos e baixos como ele consegue se superar? Qual será a média salarial de um trader? Houve melhora na qualidade de vida após a mudança abrupta de uma carreira metódica, com horários pré-definidos para uma carreira ainda sendo descoberta em nossa país?

Na semana que vem o Rodrigo nos falará sobre este universo que ele vive atualmente, e nos contará se está satisfeito ou não com sua escolha.

Será que dá para vivermos de mercado?

Tem alguma pergunta para ser feita ao Rodrigo, me mande aqui que ele ficará feliz em sanar as dúvidas de quem quer fazer parte deste mercado.

 

Autor: Nádia Ferraz

Sou formada em Gestão Hoteleira pelo IFG-GO e pós graduada em Controladoria, Auditoria e Finanças pela FGV. Trabalhei com finanças nos últimos 10 anos, e tenho orgulho de tudo que fiz para que a empresa se mantivesse no mercado no período de crise. Aprendi a organizar finanças tendo como base sonhos de curto prazo, e obtive sucesso, realizando todos eles. Nunca fui escrava do dinheiro, mas uso como trampolim para a realização dos meus objetivos. Eu corro riscos calculados! Planejo exatamente tudo que preciso fazer e coloco todos os problemas - sendo que os problemas não me fazem desistir, mas pensar em soluções para cada situação que puder ocorrer. Este projeto eu comecei para ajudar as pessoas na parte de educação financeira sem falar de balanços, dre's ou outros termos técnicos que muitos insistem em usar. Eu quero mostrar apenas que com planejamento é possível você mudar o seu mundo. Não mude o mundo inteiro, mas se você mudar o seu, você irá incentivar outra pessoa a mudar. e aos poucos iremos criar uma sociedade menos consumista e com um futuro que não dependa da Previdência, não é mesmo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *